MENU



  

WhatsApp Image 2021 03 08 at 11.02.53

 

 

 

No dia de hoje não podemos esquecer de mulheres que fizeram a diferença ao lutar pela conquista dos direitos que temos atualmente.
As mulheres que resignificaram todas as lutas e que, ainda, envolvem o ser mulher no seu dia-a-dia: seja no papel de mãe, de filha, de trabalhadora, de dona de casa, de empresária...o ser mulher em todos os seus significados.
Por isso a Faculdade de Ciências da Saúde (FS/UnB) vem parabenizar todas as mulheres e agradecer por suas contribuições, cuja atuação, fizeram e fazem a diferença para uma sociedade melhor todos os dias, seja pela sua resistência, pela sua pluralidade e pelas funções exercidas.

 

 

 

 

À comunidade universitária,

 

 

Em consonância com as novas medidas para o enfrentamento da emergência de saúde pública decorrente do coronavírus, determinadas pelo Decreto n. 41.842 do Governo do Distrito Federal, publicado na noite desta sexta-feira, 26 de fevereiro, informamos que a UnB, que já vinha mantendo apenas atividades essenciais em modo presencial, restringirá ainda mais tais atividades, a partir deste domingo:

 

1) Ficam suspensas as obras de construção civil que vinham sendo realizadas nos campi e demais atividades não essenciais.

 

2) Ficam suspensas as atividades presenciais em laboratórios de ensino e pesquisa e outras atividades acadêmicas presenciais que eventualmente estivessem sendo realizadas, com exceção daquelas realizadas em laboratórios que atuam no combate à Covid-19.

 

3) As atividades letivas permanecem exclusivamente em modo remoto.

 

4) As atividades administrativas seguem sendo realizadas de forma não presencial, por meio de trabalho remoto.

 

5) Com relação às provas da Etapa 3 do Programa de Avaliação Seriada (PAS 3), previstas para o dia 7 de março próximo, informações serão divulgadas pelos canais oficiais da Universidade, após criteriosa avaliação.

 

A Universidade de Brasília trabalha para a superação deste grave momento, por meio do ensino, da pesquisa e da extensão e também com o trabalho diário dos profissionais na linha de frente do Hospital Universitário e de todos os professores, estudantes e técnicos nos laboratórios com atuação direta no combate à pandemia.

Solidária às famílias das mais de 251 mil vítimas da covid-19 no país, a UnB reforça a importância da ciência. E pede a todos união. Por favor, fiquem em casa, sempre que possível.

 

 

 

Márcia Abrahão
Reitora

 

 

Enrique Huelva
Vice-reitor

 

 

 

 

 

 

 

 

Vidas que se movem, mesmo à distância

Daniela Bezerra*

Na quarta-feira do dia 11 de março de 2020, em meio ao início de uma crise sanitária sem precedentes na história mundial, o Governo do Distrito Federal (GDF) decretou a suspensão das aulas nas redes pública e privada. Naquele momento, a Universidade de Brasília (UnB) passou a viver uma nova realidade diante de sua atividade primária de ensino, pesquisa e extensão. Entrava em cena o home office (trabalho remoto);  alunos tiveram, a partir de 23 de março, a suspensão do calendário acadêmico (decisão do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (CEPE) e só passou a funcionar, presencialmente, aquilo que era estritamente essencial como, por exemplo, o serviço de limpeza, vigilância e de alguns laboratórios. Tudo parou nos quatro campi; pelo menos essa era a primeira impressão que nos dava. A cena, poder-se-ia dizer, parecia ser ‘coisa de outro mundo’: ver os campi que, antes, tinham tanta vida, de repente, um vazio sem  gente, sem cor, sem calor, sem a nossa UnB ao vivo e à cores que tanto estávamos acostumados.

De lá para cá, foram muitos anseios e receios; muitas dúvidas e preocupações. Era a cobrança pelo auxílio emergencial que não saía como mandava o figurino; era a cobrança pelos empregos que haviam sido perdidos, e, naturalmente, a sociedade passou a demandar pelos serviços públicos e seus agentes: onde estariam? Aliás, como estariam? De que forma os usuários poderiam usufruir daquilo que estava sendo oferecido e, de repente, como uma onda gigantesca que surge do nada, o corona vírus veio chegando e mudou, de forma repentina, aquela rotina que, antes, era considerada normal. 

Diante dos fatos, a direção da Faculdade de Ciências da Saúde (FS/UnB) entendendo que, mesmo com a pandemia, muitos serviços continuavam a ser oferecidos e, ao contrário, tiveram sua rotina reforçada, resolveu criar um canal de comunicação que ampliasse o contato entre as comunidades interna e externa à UnB para informar, atualizar, orientar sobre tudo aquilo que se realiza na FS.

A Campanha FS em Movimento surge no momento em que, mesmo onde não se pode ver cor, vida, corpos humanos, é possível alcançar, mesmo à distância, e atingir muitos usuários dos serviços de ensino, pesquisa e extensão realizados na faculdade. E não somente isso: aqui, nossos usuários poderão contar, também, com o apoio e o serviço realizado pelos nossos queridos (as) estagiários e estagiárias, além dos técnicos e técnicas que – mesmo nos bastidores – são agentes essenciais para o funcionamento da nossa universidade. 

Nesse espaço, que estará em constante atualização, você poderá acompanhar os projetos que estão em andamento; o canal de comunicação com os principais agentes responsáveis por cada setor da FS.  Será por aqui que você, usuária e usuário, poderá se debruçar dos diversos serviços que estão sendo oferecidos neste período de isolamento como, por exemplo, as práticas de automassagem, de autocuidado realizadas pelo projeto Práticas Integrativas Complementares em Saúde (PICs). Também é nesse espaço, onde você poderá acompanhar as pesquisas que estão sendo desenvolvidas – ligadas ou não à COVID, bem como todos os trabalhos que estão sendo realizados pela Grande Família FS. 

Sabemos que todo esse período de pandemia, esse momento de estarmos em isolamento vai passar. Mas, mesmo que tudo isso um dia acabe (e vai acabar!), não podíamos deixar de registrar os corpos que se movem (mesmo à distância), as cores que colorimos, as vidas que se abrem e se pulsam, num constante e instante de momentos desencontrados: A FS vive! A FS está em constante movimento! 









 

*Daniela Bezerra é servidora técnica-administrativa da UnB desde 2010, lotada na Faculdade de Ciências da Saúde (FS/UnB). Editora de Publicações, atualmente, é coordenadora do Núcleo de Comunicação da faculdade, o Comunica FS. Também realiza o trabalho na linha de frente dos eventos e campanhas institucionais em que a FS faz parte. É produtora e foi uma das idealizadoras da Campanha FS em Movimento.