EAD Faculdade de Ciências da Saúde

Mais que reparar cáries, implantar próteses e fazer a manutenção de aparelhos ortodônticos, o dentista de hoje está alinhado com os demais profissionais da área de saúde. O odontologista pode ser procurado sempre que o paciente tiver problemas na região da cabeça e do pescoço. Além disso, esse especialista presta serviço auxiliar em consonância com outros tratamentos. Uma pessoa que sofre de um câncer, por exemplo, deve procurar o dentista para evitar que os efeitos colaterais de uma quimioterapia afetem a arcada dentária. O mesmo ocorre com os portadores de síndromes e patologias sistêmicas.

Perfil
Afinidade com as Ciências Biológicas sempre ajuda os interessados em cursos da área de saúde. Porém, é preciso mais que isso. Um dentista, assim como um enfermeiro ou um fisioterapeuta, deve ser alguém comprometido com o próximo, preocupado com as condições físicas e mentais dos pacientes.

Mercado de Trabalho
Antigamente, o ideal dos recém-formados era trabalhar em consultórios dentários. No entanto, o mercado cresceu e os profissionais da área precisaram adaptar-se às novas exigências. Hoje, odontologistas podem atuar como professores ou como  pesquisadores em hospitais e em programas governamentais. Há vagas específicas em concursos públicos e também no setor militar. Além disso, os dentistas atuam como coordenadores e chefes de serviços de saúde. Esse mercado tende a crescer, já que a expectativa é de que as políticas públicas contemplem cada vez mais a saúde bucal.

O curso na UnB
A graduação incentiva, acima de tudo, o diálogo da Odontologia com outras profissões. Do quarto ao décimo período, o estudante tem aulas práticas na clínica odontológica do Hospital Universitário de Brasília (HUB). O contato com especialistas em outras áreas busca preparar os alunos para lidar com o atual mercado de trabalho. Depois do sexto período, o graduando também passa por estágio de, pelo menos, um ano em centros de saúde ou na Estratégia de Saúde da Família (ESF), do governo federal.

Infraestrutura
Além do consultório no HUB, a universidade oferece três laboratórios para a prática do ofício. Dois destinam-se à pré-clínica, onde os estudantes trabalham com manequins. A outra unidade é de histopatologia, ou seja, análise microscópica que verifica o que não foi encontrado clinicamente.