Go to the content
or

 Go back to Programa
Full screen

Linhas de Pesquisa

May 16, 2017 13:59 , by Fábio Teixeira - | No one following this article yet.
Viewed 693 times
Translations

Linha de pesquisa 1 – Política, Planejamento, Gestão e Atenção à saúde 

A linha Política, Planejamento, Gestão e Atenção à Saúde integra o conjunto de conhecimentos envolvidos na análise da formulação, implementação das políticas de saúde e da organização dos sistemas e serviços de saúde, com vistas à mudança do modelo de atenção à saúde. Além disso, busca contribuir para o desenvolvimento de estudos acerca das práticas de gestão participativa que envolvam os gestores, os trabalhadores e a população.

 


Linha de Pesquisa 2 – Saúde, Cultura e Cidadania

A linha de pesquisa Saúde, Cultura e Cidadania busca investigar os determinantes e condicionantes sócio-econômicos, culturais e políticos que abalizam o processo saúde-doença, na confluência das abordagens históricas, sociológicas, políticas e antropológicas, para produzir conhecimentos na perspectiva da promoção integral da saúde e do desenvolvimento da cidadania.

 


Linha de Pesquisa 3 -Epidemiologia, Ambiente e Trabalho

Esta linha busca desenvolver estudos voltados para a análise da frequência e distribuição dos fenômenos relativos ao processo saúde-doença, bem como de seus fatores associados e processos de inferência causal que qualifiquem a evidência para tomada de decisão em saúde pública. Dedica-se também à análise da psicodinâmica dos processos de trabalho do sistema produtivo. Focaliza a vigilância à saúde como função de Estado e como maior campo de aplicação do arsenal metodológico da Epidemiologia, Bioestatística e da Demografia.

 


 

Linha de Pesquisa 4 - Pesquisa translacional em Saúde Coletiva

A linha Pesquisa Translacional em Saúde Coletiva fomenta investigações interdisciplinares para acelerar as trocas entre a pesquisa biomédica, tecnológica, clínica, epidemiológica e os programas e políticas de saúde. Objetiva abreviar o tempo para incorporar os resultados da pesquisa em ambientes aplicados, envolvendo pacientes e populações. Volta-se a inovações em produtos (medicamentos, insumos, equipamentos) e também em processos (procedimentos clínicos, protocolos e modelos inovadores em Saúde Coletiva).