Go to the content
or

 Go back to Notícias Com...
Full screen

Colóquio discute Migração, Saúde e Direitos Humanos

October 6, 2017 19:10 , by Amanda Duarte de Lima - | No one following this article yet.
Viewed 39 times

Pvp 600

Na quarta-feira, 04, foi realizado o II Colóquio sobre Pesquisa em Saúde: “Migração, Saúde e Direitos humanos: diferentes olhares e perspectivas teóricas". Realizado pelo Programa de Pós-graduação em Saúde Coletiva (PPGSC) da Faculdade de Ciências da Saúde da Universidade de Brasília (FS/UnB), o evento ocorreu no auditório 2 da FS/UnB e contou com a participação internacional do professor Fabio La Rocca, da Université Montpellier III.

O Colóquio teve como objetivo refletir sobre o fenômeno da migração no contexto global e suas repercussões para a saúde e os direitos humanos, tendo como ponto de partida o olhar dos próprios migrantes e de agentes de saúde e o diálogo entre distintos campos de saberes. A ocasião serviu, ainda, para que a professora Graça Hoefel, coordenadora do Projeto Vidas Paralelas (PVP), apresentasse a iniciativa.

Após fazer uma contextualização sobre o histórico de migração que ocorre no mundo e no Brasil, a coordenadora destacou que a intenção do PVP é ampliar a criação de políticas públicas que favoreçam essa população. “Migração não é um problema e sim um fenômeno histórico que precisa ser discutido”, afirmou durante sua fala na mesa de abertura do evento.

Glécia Luz, professora do Programa de Pós Graduação em Engenharia Biomédica aproveitou a oportunidade para enfatizar quanto a importância de buscar de parcerias para unir os diversos saberes na universidade. “É um grande desafio participar dessas discussões e fazer essa integração de saberes”.

O coordenador do Mestrado em Políticas de Saúde da Fiocruz, Jorge Barreto - um dos parceiros da organização dos colóquios sobre Pesquisa em Saúde - ressaltou que o Brasil começou a perceber que a migração é uma temática que merece ser discutida de uma forma ampla, inclusive na perspectiva de políticas públicas, em especial as direcionadas para essa finalidade.

Fabio La Rocca, conferencista internacional do evento, destacou o quão relevante foi o colóquio para um tema atual como o da migração e que o trabalho da Faculdade de Saúde da UnB e da Universidade de Montpellier tem uma função social. “O projeto investiga o tema do migrante e o grupo de Graça e eu falamos muito sobre a situação política, econômica e, principalmente, como se produz o imaginário da questão da imigração. O importante para a discussão com todos aqui é contar novas ideias”, afirmou.

A chefe do Departamento de Saúde Coletiva, professora Daphne Rattner, falou sobre o processo necessário de "desenraização" que os migrantes passam ao saírem de seus países de origem e a possibilidade de vivência, adequação e um novo enraizamento no novo país. A professora também destacou a metodologia utilizada pelo projeto. “É algo inovador e poderoso expressar-se por meio de imagens. Apesar de eu ser da epidemiologia, sei o quanto ajuda na compreensão do sensível”.

CONFIRA FOTOS DO EVENTO.

Por Amanda Duarte e Ádria Albarado,

Comunica FS