Go to the content
or

 Go back to Notícias Com...
Full screen

Estudantes da FS e da FCE/UnB farão relatoria do Congresso Nacional de Secretarias Municipais

July 12, 2017 14:29 , by Ádria Albarado - | No one following this article yet.
Viewed 458 times

Relatoria  2

Estudantes de diversos cursos das Faculdades de Ciências da Saúde e da Ceilândia (FS/UnB) vão atuar na relatoria do XXXIII Congresso do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conasems), um dos maiores eventos sobre gestão em saúde da América Latina. Oevento ocorrerá em Brasília entre os dias 13 e 15 deste mês e reunirá milhares de trabalhadores do SUS, dentre eles secretários municipais de saúde de todo o país, profissionais de saúde, dirigentes estaduais e do Ministério da Saúde, além de pesquisadores e docentes da área da saúde.

A coordenadora da relatoria, Elizabeth Alves Prado, explica que a atividade é fruto de uma parceria entre o Núcleo de Estudos em Saúde Pública (Nesp), o Laboratório de Informação, Educação e Comunicação em Saúde (Ecos), a FS/UnB e o Conasems, que acontece há oito anos consecutivos. De acordo com Elizabeth, a relatoria é um importante instrumento de registro que reúne as principais discussões, diretrizes e encaminhamentos feitos durante o evento e que, posteriormente, é disponibilizado para acesso aos interessados. “Como diz Eça de Queiroz, ‘só um livro é capaz de fazer a eternidade de um povo’ e essa deve ser a função da relatoria em eventos de saúde”, comenta.

No total, 30 estudantes vão atuar na relatoria do evento. Elizabeth Alves é graduada e mestre em Saúde Coletiva pela UnB e atualmente pesquisadora do Nesp. Ela foi relatora do evento em 2011, quando fazia graduação. Nos anos de 2012 e 2013 foi apoio à coordenação da relatoria e desde 2014 integra a coordenação. Kandice Falcão, cirurgiã dentista, especialista em Saúde Coletiva pela UnB e, assessora técnica do Conasems, coordena a relatoria pelo Conasems desde 2016. “Participar da relatoria é de extrema importância, considerando a potencialidade e a representatividade de secretários de saúde de todo o Brasil – chegamos a marca de 4 mil inscritos - discutindo políticas públicas e sua relevância para o SUS”. A assessora ressalta, ainda, que a formação oferecida no curso da UnB lhe deu uma base sólida para sua atuação enquanto profissional e para estar à frente da relatoria.

Sob o tema “Diálogos no Cotidiano da Gestão Municipal do SUS", o congresso tem o objetivo de promover encontros de ideias e trocas de conhecimentos e experiências. Durante o evento, serão debatidos diversos temas do SUS e sua aplicação no cotidiano atual da gestão municipal de saúde como: atenção básica, vigilância em saúde, Caixa Único, planejamento ascendente e judicialização, dentre outros temas dos seminários, mesas e cursos. “Como os estudantes participam ativamente do evento por meio da relatoria, a atividade acaba se tornando uma oportunidade única de aprendizado e imersão na realidade da gestão municipal do SUS. E ainda, tem o fato de contar pontos para o currículo, afinal, é um dos maiores eventos sobre gestão da saúde do Brasil”, ressalta Elizabeth.

 

Por Ádria Albarado,

Comunica FS