Ir al contenido
o

 Regresar a Menu Superior
Pantalla completa

FS Promotora de Saúde

julio 5, 2017 18:24 , por CENTEIAS - | No one following this article yet.
Viewed 842 times

Ao longo dos últimos anos a FS investe em ações que promovam a saúde de seus estudantes, professores, técnicos administrativos e colaboradores. Diversas ações de educação e promoção da saúde são realizadas com esse objetivo. As mais evidentes são as ações de limpeza e revitalização da Faculdade que inclui desde a limpeza em si, pintura, paisagismo e intervenções artísticas. Algumas delas são: Limpeza e manutenção: Nos primeiros meses da gestão foi realizada uma limpeza geral da Faculdade, com retirada de entulho e envio de equipamentos e móveis obsoletos ao almoxarifado. As paredes foram pintadas, os jardins revitalizados, móveis e cestos de lixo foram restaurados, bem como a sinalização de ambientes estratégicos como departamentos, banheiros, secretarias. Intervenção artística: Ao apostar em iniciativas de promoção da saúde por meio de intervenções artísticas, a FS demonstra que acredita que a promoção da saúde está intrinsecamente ligada à construção de ações integradas dos âmbitos artístico, cultural, científico e social e que os saberes dialogam e se complementam. Afinal, saúde é tudo aquilo que faz com que nos sintamos bem. Desse modo, toda a instituição agora conta com obras de arte. As entradas; o jardim; os corredores; o auditório principal; as salas de defesa, da Secretaria da Pós-Graduação, do ComunicaFS, de estudos e Leitura Dona Marly; a Direção; dentre outros. As obras são dos artistas plásticos Tiago Botelho e Michelle Cunha, e do fotógrafo Radílson Carvalho.

Lixo Zero: O projeto Lixo Zero, carregue o lixo até a lixeira mais próxima foi implementado. Nos ambientes coletivos há avisos informando a existência dos utensílios e incentivando as pessoas a manterem os ambientes limpos. Economia de energia elétrica: A mesma iniciativa foi tomada em relação às tomadas e interruptores elétricos. Há avisos quanto ao consumo de energia e o pedido para que sejam utilizadas apenas se necessário, bem como sejam apagadas quando estiverem ou forem ficar vazias.

Plante um livro no Jardim da FS: O projeto “Plante um livro no Jardim da FS – a leitura alimenta a alma” é uma iniciativa da direção da FS e tem como objetivo estimular a leitura e a doação de livros entre toda a comunidade que frequenta a universidade.

Foram instaladas caixas coletoras de livros por toda a instituição e toda a comunidade que frequenta a FS pode participar da iniciativa. Basta trazer exemplares para os 20 coletores ou pegar emprestados. Depois da leitura é só devolvê-los. Disponibilização de mesas: Mesas com informações e orientações sobre políticas públicas foram disponibilizadas por toda a Faculdade para que estudantes tivessem onde estudar ou se reunir nos intervalos. Produção e disponibilização de pufes: A ideia de Grasiela Sousa, graduada em Saúde Coletiva pela UnB, mudou a cara e os corredores da FS. Com o incentivo da direção da Faculdade, pneus transformados em pufes servem de apoio para as atividades dos alunos. O material que estava abandonado nos arredores do campus e poderia servir de criatório do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, Zika e chicungunya.

II Seminário Internacional FS Promotora de Saúde

Anualmente, a direção e a coordenação do projeto realizam seminários internacionais para aprofundar as discussões sobre tornar-se uma Faculdade Promotora de Saúde. O II Seminário InternacioComissão organizadora, palestrantes convidados e participantes do II Seminário FS Promotora de Saúde. Foto: ComunicaFS. 21 nal FS Promotora de Saúde” foi realizado entre 30 de agosto e 1º de setembro do ano passado e foi um marco para a instituição, que passou a integrar a Rede Iberoamericana de Faculdade Promotoras de Saúde (Riups).

O certificado foi entregue por um dos fundadores da Rede, professor Hiram Arroyo, durante o evento. A diretora da FS, destacou o trabalho em parceria com os professores para o recebimento da honraria. Segundo ela, a FS tem buscado uma formação política humanitária, não só por meio de espaços físicos. “Nos desafiamos a pensar na arte, na música, na poesia; nos desafiamos a rever nossas práticas pedagógicas, fugindo da lógica hegemônica; buscamos a integração entre o ensino, os serviços e os diversos saberes e sabemos que estamos semeando sementes para além dessa gestão”. Fruto de um árduo trabalho da direção da Faculdade e com a coordenação das professoras Ana Beatriz Duarte e Leides Barroso Azevedo Moura, do Departamento de Enfermagem; Danielle Cabrini, da Nutrição; Elza Maria de Souza, da Saúde Coletiva; e Julia Nogueira, da Faculdade de Educação Física, o certificado de membro da Riups é um reconhecimento e uma responsabilização ainda maior para a Faculdade. Concebido a partir da construção e utilização de metodologias ativas e criativa, o projeto tem o fim de permitir uma ambiência de aprendizados intencionais pautados pelo diálogo e pela possibilidade de uma participação baseada em trocas conscientes de saberes e experiências. Uma Universidade Promotora de Saúde deve revisar e redesenhar seus próprios sistemas, seus processos de trabalho, seus itinerários formativos e sua cultura institucional, bem como identificar estratégias que visem influenciar a saúde e o bem-estar individual e organizacional. Elas devem assumir responsabilidades com a promoção da saúde e do bem-estar da comunidade interna e da sociedade por intermédio de colaboração, articulação em redes e construção permanente da operacionaliza- ção de um conceito ampliado da saúde em sua multidimensionalidade.

O evento deu continuidade o diálogo para a compreensão e apropriação dos conceitos de promoção de saúde no centro da função social de uma universidade e da necessidade de fomentar uma cultura institucional que promova qualidade de vida e permita a modelagem de um ambiente promotor da saúde para ser, conviver e aprender. Leia o relatório do II Seminário Internacional na íntegra acessando os anexos disponibilizados no site da FS/UnB junto ao relatório de gestão.